Carregando...
JusBrasil - Política
23 de abril de 2014

Jundiaí terá cadastro de impressões digitais em título

Publicado por Portal Jornal de Jundiaí (extraído pelo JusBrasil) - 3 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

DIVULGAÇÃO

Iniciado em Curitiba (PR) pelo Tribunal Superior Eleitoral, o sistema inclui identificação digital do eleitor

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, lançou ontem o recadastramento de eleitores para as eleições de 2012, com impressões digitais. Jundiaí e Itupeva são as primeiras cidades do Estado de São Paulo escolhidas para realizar o cadastramento de eleitores com impressões digitais. Segundo a assessoria de imprensa do TSE, Jundiaí e Itupeva foram eleitas porque os juízes eleitorais mostraram interesse ao projeto do Tribunal.

Serão 300 mil eleitores recadastrados na cidade. O chefe do cartório da 65ª Zona Eleitoral de Jundiaí, Vasco José Monteiro, afirmou ontem que ainda não há definições sobre como este recadastramento acontecerá. "Em um primeiro momento, iremos fazer o cadastramento de títulos novos com a impressão digital. Isto deve acontecer em 30 a 60 dias. Quanto o recadastramento total dos eleitores ainda não sabemos quando isto acontecerá nem como", afirmou.

Nacional - Nesta primeira etapa, cerca de 6 milhões de pessoas deverão comparecer às sedes dos tribunais eleitorais para o cadastramento das impressões digitais. O objetivo é que até 2018 todos os estimados 150 milhões de eleitores estejam cadastrados biometricamente, o que, segundo Lewandowski, evitará fraudes, encurtará filas e apressará a apuração. Nas eleições de 2010, pouco mais de 1,1 milhão de eleitores foram identificados por impressão digital em todo o Brasil.

Além dos 300 mil eleitores de Jundiaí e Itupeva, 1,3 milhão de eleitores curitibanos serão cadastrados biometricamente. Em Pernambuco, as cidades de Aliança, Caruaru, Catende, Macaparana, Sanharó e Vicência; de Goiânia e todos os municípios de Alagoas e Sergipe também participam do recadastramento nesta fase. Os eleitores da capital de São Paulo devem esperar algum tempo para a coleta das impressões digitais. "É um osso duro de roer, tem que estudar bem", disse Lewandowski.

A capital paulista tem mais de 8,4 milhões de eleitores. De acordo com o presidente do TSE, o recadastramento colocará os eleitores como prioritários para o recebimento da identificação única, chamada de Registro de Identificação Civil (RIC), que substituirá vários outros documentos. Em Curitiba, foi montada uma grande estrutura na Central de Atendimento ao Eleitor para que seja possível o recadastramento de até 5 mil eleitores por dia.


ARIADNE GATTOLINI e AGÊNCIAS

0 Comentários

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula.

ou

Disponível em: http://portal-jj.jusbrasil.com.br/politica/6784975/jundiai-tera-cadastro-de-impressoes-digitais-em-titulo